HOME | Treinamundi

Por que o e-learning nunca vai acabar com o jogo de treinamento presencial?

0

Por Flavio Yoshimura, especialista em gamificação em treinamento

No CONARH 2018, entre tantos estandes trazendo novidades tecnológicas, como plataformas de educação e ensino on-line fáceis de navegar e acessíveis via app, fica a pergunta: qual o futuro dos jogos de treinamento presenciais? Será que eles vão desaparecer?

E as próximas gerações, que estão crescendo imersas em smartphones e tablets, vão chegar às empresas com a experiência de já ter jogado Banco Imobiliário e Jogo da Vida, por exemplo, ou vão participar de um treinamento baseado em um jogo de tabuleiro sem a menor ideia do que esperar e sem saber como agir?

Não tenho dúvidas de que as tecnologias de treinamento on-line são importantes para disseminar, com velocidade e custo mais eficiente, conteúdos informativos relevantes para funcionários distantes da sua matriz. Mas elas não têm o mesmo poder de integrar, promover trocas e criar vínculos entre as pessoas que os encontros presenciais proporcionam.

Já estamos vivendo em um mundo em que as tecnologias, embora possam nos aproximar de quem está longe, também cultivam o hábito do isolamento e da interação predominantemente virtual. Um exemplo: a tecnologia permite esse contato intenso com amigos e familiares distantes, mas são pessoas com quem, inicialmente, tivemos uma convivência presencial em casa, na escola, na faculdade etc. Com a distância natural que os rumos da vida de cada um impõem, nos mantemos conectados graças à tecnologia. Mesmo assim, um encontro presencial ocasional para matar as saudades e reacender a chama da amizade e da convivência é insubstituível e faz toda a diferença

Veja se não é isso o que as empresas mais querem: funcionários trabalhando como um time único, com grande sinergia, unidos pelos mesmos valores e impulsionando resultados ao agirem de acordo com a mesma cultura. Como isso é possível sem encontros presenciais formais entre pessoas e times que não trabalham juntos no dia a dia? Como criar vínculos e laços fortes entre as pessoas apenas pelo virtual?

Os jogos de treinamento presenciais detêm, entre suas muitas características únicas e essenciais a favor da construção de times integrados que compartilham vínculos fortes, o poder de divertir. E divertir não conhece crachá. Desde a infância, sabemos o que é brincar. E quando estamos brincando, esquecemos o cargo e nos conectamos com o próximo ao nosso lado, dentro do mesmo jogo.

Esse divertir, que vem da infância, não apenas nos aproxima, mas nos conecta, por causa dos aspectos emocionais positivos envolvidos ao longo dessa experiência rara e única dentro do cotidiano de trabalho das pessoas.

Por isso eu acredito que o treinamento presencial, sobretudo utilizando jogos, não vai desaparecer. Os jogos de treinamento são uma ferramenta extremamente poderosa de promover trocas e gerar conexões genuínas entre pessoas dos mais diferentes níveis e áreas. E isso é o que está mais escasso nas empresas hoje em dia.

Enquanto houver o desafio de criar culturas fortes e integrar pessoas, os jogos de treinamento presenciais continuarão existindo. Como uma arma secreta das organizações para construir laços fortes e criar vínculos emocionais entre as pessoas, através do ato de aprender e se divertir com o outro. Isso, os treinamentos on-line são simplesmente incapazes de fazer, apesar de outras inúmeras e poderosas vantagens.

Pin It on Pinterest

Share This